Guardiola anuncia saída do Barça e afirma: 'Não é uma situação fácil'

 
A eliminação da Liga dos Campeões da Europa para o Chelsea, terça-feira, foi o prenúncio do fim da era Guardiola no Barcelona. Nesta sexta-feira, o comandante do time culé anunciou em entrevista coletiva que vai deixar o clube após o fim da temporada. Ele afirmou que já havia comunicado à diretoria que deixaria o cargo, mas que preferiu não informar ao elenco da equipe catalã. O auxiliar Tito Vilanova será o novo técnico de Lionel Messi, Xavi & cia.
- Não é uma situação fácil pra mim. Lamento a incerteza que gerei por conta disso. É um erro que assumo. Mas a exigência como treinador é muito grande. Por isso renovava de ano em ano. Quatro anos é uma eternidade como treinador do Barça. No início de dezembro, comuniquei ao presidente e ao Zubizarreta que minha etapa aqui estava acabando. Mas eu não podia dizer isso aos jogadores, pois o treinador é um dos pilares no vestiário... Desgasta tudo, e tem me desgastado. Esta é a principal razão para a minha saída- disse o treinador.
O presidente do Barcelona, Sandro Rossell, aproveitou para acabar com as especulações e anunciou Vilanova como o novo treinador. Tudo sob os olhares de alguns jogadores do elenco, entre eles Iniesta, Puyol, Xavi, Fabregas, Piqué, Busquets e Valdes.
- A decisão do Pep foi uma das mais difíceis que tive que aceitar. Por mim, continuaria. Mas é uma decisão pessoal. Eu nunca havia visto uma reação como a de terça no Camp Nou. Isto é o espírito culé. Esperamos continuar administrando da melhor maneira possível. O próximo técnico do Barça será Tito Vilanova. Tito é uma pessoa já do clube e vai diretamente ao encontro do nosso projeto - anunciou Rossell.
Através do facebook, Messi se disse muito triste pela saída de Pep e explicou os motivos de não ter comparecido ao adeus público do treinador. O argentino não estava presente justamente por estar comovido demais.
- Quero agradecer de todo o coração a Pep o muito que deu à minha carreira profissional e pessoal. Devido a essa emotividade que sinto, preferi não estar presente na coletiva de Pep, longe da imprensa, principalmente porque sei que eles buscarão os rostos tristes dos jogadores, e isso é algo que decidi não mostrar – escreveu Messi.
Guardiola aproveitou o encontro com os jornalistas para agradecer publicamente o esforço do elenco nas últimas temporadas.
- Quero agradecer aos jogadores, pelo privilégio de trabalhar com eles. É um prazer ter trabalhado com eles. Eu estou indo embora para poder me recuperar. Vou embora com a sensação de dever cumprido, de ter feito o melhor possível. É um grande clube, com muita força. Obrigado a todos, por tudo - encerrou o treinador.
O treinador negou qualquer tipo de contato com outros clubes europeus, mais precisamente sobre o Chelsea.
- Não me reuni com o Chelsea, seria uma falta de respeito com esse clube. Agora, nesse momento, eu quero descansar e descansar. Não pensei nisso (em quando voltará a trabalhar no futebol) - afirmou o treinador.
O atual treinador do Barcelona também aproveitou para elogiar o seu substituto, Tito Vilanova.
- Acho que o clube fez bem em acertar com o Tito. ele tem toda a minha admiração, me ajudou muito. Os jogadores sabem como ele é. Não precisarão de tempo para se adaptar muito. Ele não terá que mudar muita coisa. Ele poderá dar aos jogadores agora o que eu sinto que não posso mais dar - disse o comandante. 
Um dia após o empate com os Blues, resultado que decretou a desclassificação da Champions em pleno Camp Nou, Rosell chegou a fazer uma proposta sem limite de valor, uma verdadeira espécie de ‘cheque em branco’, para a renovação de contrato. O técnico, entretanto, pediu mais uns dias para pensar e preferiu, então, dar ponto final à sua trajetória no clube espanhol, não permanecendo para a próxima temporada.
O diretor de futebol Zubizarreta explicou como foi a decisão por Vilanova.
- Esta é uma coletiva de imprensa que eu nunca queria dar. Quando o Pep nos disse que não queria continuar, não queríamos acreditar. Pensamos que Pep foi bom o suficiente e agora sabemos qual o melhor caminho a seguir. E eu disse a Pep que a melhor opção seria Tito. E a partir daí já trabalhamos. Ele representa jogo, ideia, preparação. Ele tem compromisso, trabalho, personalidade. Assim é Tito. Ele é diferente de Pep, isso é claro, mas trabalhamos com esta ideia, com este perfil. Sempre vemos quem está por perto para trabalhar. E quem temos aqui? Tito. Foi fácil a escolha - falou Zubizarreta.
Guardiola, no entanto, ainda tem a chance de conquistar mais dois títulos à frente da equipe espanhola. O Barça ainda luta com o Real pela Liga Espanhola e duelará com o Athletic Bilbao na final da Copa do Rei.
- Eu queria fazer o melhor que um treinador poderia fazer. Normalmente, os treinadores do Barça não duram. Meu caso foi uma rara exceção. Não me toca falar do meu legado. Vou com a sensação de dever cumprido. Estou feliz com o que fiz. Minha família não influenciou em nada. Minha companheira já sabia que tipo de trabalho eu tinha quando era jogador, e meus filhos são muito pequenos ainda. É uma decisão que tem o apoio dela, mas é minha.
Após encerrar vitoriosa carreira como meio-campista em 2007, Joseph Guardiola foi contratado pelo Barcelona para, inicialmente, comandar o time B. Já na temporada 2008/09, porém, Pep já estava à frente do quadro principal do Barça.
Desde que assumiu o comando técnico culé, Guardiola colecionou conquistas e reconhecimento nacionais e internacionais. Além dos inúmeros títulos (mundiais de clubes da Fifa em 2009/11, Liga dos Campeões da UEFA em 2009/11, Supercopa Europeia em 2009/11, tri espanhol em 2009/10/11 e Copa do Rei em 2009), o treinador foi decantado como responsável pelo futebol de sonhos exibido pelo Barcelona, considerado pela imprensa internacional o melhor time do planeta.
Zubizarreta garantiu que Tito sofrerá mesma pressão que Guardiola sofria, mas, sempre, com total apoio do clube.
- Pressão para Tito? No Barcelona sempre há pressão. Buscaremos a cumplicidade de todos os laços para que nos ajudem. Ele terá o mesmo apoio que Pep tinha, O compromisso é exatamente o mesmo. Tem que ter a força e o caráter para fazer este trabalho. Ele tem valor, força, caráter e personalidade. Estaremos aqui para ajudá-lo.

Fonte:http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-espanhol/noticia/2012/04/guardiola-nao-comandara-barcelona-na-proxima-temporada-diz-jornal.html

1 comentários :